O método

O Método Montessori é o resultado de pesquisas científicas e empíricas, ou seja, que se apoia em experiências vividas, na observação de coisas e não em teorias, foi desenvolvido pela médica e pedagoga italiana Maria Montessori no início do século XX (fonte: Wikipédia).

A proposta do Quarto Montessoriano é estimular a criatividade e a autonomia das crianças, aprendendo e se expressando por meio da liberdade. O método de aprendizagem iniciou no movimento pedagógico, porém é possível começar antes mesmo da criança ir para a escola.

Através de elementos posicionados na altura ideal da criança, facilita com que ela veja tudo sobre a sua ótica e não a dos seus pais, estimulando seu desenvolvimento e autonomia de forma segura.

⋅ Como trazer o método Montessoriano para o dia a dia do seu filho?

Transformando seu cômodo, num quarto que o pequeno possa chamar de “seu”.

A ideia principal é que as crianças cresçam autoconfiantes e livres, explorando seu próprio quarto.

Os brinquedos e livros devem estar dispostos a uma altura que as crianças consigam pegá-los à vontade. Com isso, conseguimos não só o conceito de autonomia, mas também o de organização, afinal eles conseguirão guardar seus próprios objetos. Especialistas indicam um rodízio a cada 15 dias, pois o que é diferente desperta o interesse e evita a monotonia do ambiente.

Colchões no chão oferecem maior liberdade para que eles possam deitar e levantar quando quiserem.


⋅ Alguns cuidados são importantes:

Devemos evitar móveis ou elementos que tenham quinas e que sejam instáveis para não tombarem, esconder e proteger as tomadas, tapetes devem ter base antiderrapante, esses são alguns dos pequenos detalhes que devem ser prestados atenção. A criança é o centro do método montessoriano e o adulto tem o papel de acompanhador do processo de aprendizado. Ele guia, aconselha, mas não dita e nem impõe o que vai ser aprendido pela criança.

A criança é o centro do método montessoriano e o adulto tem o papel de acompanhador do processo de aprendizado. Ele guia, aconselha, mas não dita e nem impõe o que vai ser aprendido pela criança.

 

A vida é feita de experiências e emoções, seu arquiteto pode te ajudar a transformar o quarto do seu filho em um lugar encantador onde acontecerão emoções a serem guardadas para sempre.